Evani Viotti

Atuação Profissional: 

Professora doutora do Departamento de Linguística da Universidade de São Paulo, desde 2001.

Professora visitante do Centro de Estudos Latino-Americanos e do Departamento de Linguística da Universidade de Chicago (Estados Unidos) - Primavera de 2015

Formação Acadêmica: 
  • Graduação em Direito pela Universidade de São Paulo (1978)
  • Graduação em Linguística pela Universidade de São Paulo (1986)
  • Doutoramento em Linguística pela Universidade de São Paulo (1999)
  • Pós-doutoramento pela Universidade Estadual de Campinas (2000-2001)
Contato: 

Endereço acadêmico
Avenida Prof. Luciano Gualberto, 403
Cidade Universitária - São Paulo - SP
CEP 05508-900
Tel: 11 3091-4298
Email: viotti@usp.br

Linha de pesquisa, grupos e projetos: 

A linguística e suas interfaces com outras ciências  teóricas e aplicadas

Descrição de línguas não indo-europeias - Línguas de Sinais

Estudo da variação, da mudança e do contato linguístico

 

O interesse geral de pesquisa é a investigação de questões relacionadas aos processos semióticos que ocorrem em interações comunicativas. De especial interesse são a caracterização do papel que o corpo desempenha na interação, e a caracterização da ecologia sócio-histórica em que a interação se dá. 

Orientações de projetos de pesquisa

Iniciação Científica

  • 2015 - Documentação linguística: a construção do corpus de quimbundo do Projeto Libolo - Maria Luiza Dias Ramos - Programa unificado de bolsas de estudo para estudantes da graduação da Universidade de São Paulo.
  • 2013 - O espanhol andino colombiano: em busca de informações para entender sua emergência - Juliana Angel Osorno - Aluna da Universidade Nacional da Colômbia - sem bolsa
  • 2012 - Linguagem e significado em O Livro Azul de Wittgenstein - Joana B. Franco - Bolsa da FFLCH-USP
  • 2011 –  O uso da tecnologia digital na educação e na nova interação em sala de aula– Ana Lucia de Mattos Barguil – Bolsa CNPq/PIBIC
  • 2011 – Gravação e transcrição de narrativas em português brasileiro (PB) para estudos da inter-relação entre língua e gesto – Danilo Carlos – Bolsa Ensinar com Pesquisa (Pró-Reitoria de Graduação da USP)
  • 2011 – Marcas morfossintáticas de redução da transitividade na língua latina: Análise diacrônica – Ivan Pasta Zanni - Bolsa Ensinar com Pesquisa (Pró-Reitoria de Graduação da USP)
  • 2010 – O surgimento das holófrases na fala de uma criança – Ana Lucia de Mattos Barguil – Bolsa CNPq/PIBIC.
  • 2009 – Transcrição de narrativas em língua de sinais brasileira – Thais Bolgueroni Barbosa – Bolsa CNPq/PIBIC
  • 2008 – Formação e transcrição de corpus de língua de sinais brasileria – Thais Bolgueroni Barbosa – Bolsa Ensinar com Pesquisa (Pró-Reitoria de Graduação da USP)
  • 2008 - Formação de corpus e transcrição de narrativas orais em português brasileiro – Clarissa Camilo Mariano – Bolsa CNPq/PIBIC
  • 2008 - Sensibilidade para unidades pré-fabricadas da língua escrita e falada – Fernanda Canever
  • 2007 – Formação de corpus de narrativas em português brasileiro e em alemão com vistas à análise de verbos de movimento.  Fernanda Canever.  Bolsa CNPq/PIBIC.
  • 2005 – O clítico SE e as alternâncias de diátese. Juliana Antunes Nasser. Bolsa CNPq/PIBIC.
  • 2004 – As construções ergativas no português brasileiro.  Renata Lucia Moreira.  Bolsa CNPqPIBIC/Bolsa FAPESP
  • 2003 - Para uma descrição das preposições no português.  Carolina Lindenberg Lemos 

Mestrado

  • Em andamento - Uma avaliação dos critérios para a diferenciação das línguas: o latim e os romances - Ivan Pasta Zanni - Bolsa CNPq
  • 2017 - Descrição do uso de empatia do pronome dativo galego - Cecília Farias de Souza - Bolsa CAPES
  • 2016 - Descrição de narrativas em espanhol de Aldana (Colômbia) - Juliana Ángel-Osorno - Bolsa CAPES
  • 2016 - Descrição de aspectos linguísticos em uma narração de futelo por rádio - Rodrigo Lazaresko Madrid - Bolsa CNPq
  • 2014 -  Significado corporeado e significado como uso: uma investigação das relações entre a linguística cognitiva e a filosofia de Wittgenstein- Joana Bartolini Franco - Bolsa CAPES/Bolsa FAPESP
  • 2014 - Demonstrações em uma narrativa sinalizada em libras - João Paulo da Silva - Bolsa CNPq
  • 2013 – O gesto em dança: descriça o da gestualidade em uma narrativa dançada – Ana Luisa Seelaender – Bolsa CAPES
  • 2013 – Uma descrição do processo de referenciação em narrativas contadas em língua de sinais brasileira (libras) – Thais Bolgueroni Barbosa – Bolsa CAPES
  • 2012 – Evidências para um modelo de língua baseado no uso: o infinitivo flexionado em português brasileiro - Fernanda Canever – Bolsa CNPq
  • 2009 – A estruturação da informação no português brasileiro: um estudo em narrativas orais – Juliana Antunes Nasser – Bolsa CNPq
  • 2007 – Uma descrição da dêixis de pessoa na língua de sinais brasileira Uma descrição da dêixis de pessoa na língua de sinais brasileira – Bolsa FAPESP
  • 2006 - Descrição fonético-fonológica dos sinais da língua de sinais brasileira – André Nogueira Xavier - Bolsa CNPq

Doutorado

  • 2016 - Um olhar da semiótica para os discursos em libras: uma descrição do tempo - Renata Lúcia Moreira - bolsa CNPq (co-orientação)

 

Grupos de Pesquisa: 
Publicações: 
Disciplinas: 

Graduação

  • Elementos de Linguística 1 e 2
  • Sintaxe
  • Léxico
  • Pragmática
  • Seminários em teoria linguística
  • A linguística das línguas de sinais

Pós-graduação

  • Teoria sintática: fundamentos da gramática gerativa
  • Teoria sintática: ligação, subjacência, barreiras, minimalidade relativizada
  • Interface entre a estrutura sintática e a estrutura conceitual-informacional
  • Domínio médio e domínio passivo
  • Gramática Cognitiva
  • Fundamentos epistemológicos da linguística cognitiva
Notícias: 
Outras Informações: 

Seleção de novos orientandos

Requisitos para ingresso na iniciação científica

  • saber ler inglês muito bem;
  • preferencialmente, ter média ponderada igual ou superior a 8,0 (oito);
  • se quiser pleitear uma bolsa de estudos, não ter vínculo empregatício, ou qualquer atividade profissional;
  • se não quiser pleitear uma bolsa de estudos, ter todas as tardes livres e ter disponibilidade para participar de congressos fora da cidade;
  • se a pesquisa tiver como objeto a língua de sinais brasileira, ser usuário dessa língua ou ter condições de começar a aprendê-la;
  • apresentar um projeto de pesquisa - clique aqui.

Requisitos para ingresso na pós-graduação

  • ler e compreender inglês fluentemente;
  • preferencialmente, ter tido média ponderada na graduação igual ou superior a 8,0 (oito);
  • ser aprovado no exame de proficiência em inglês (mestrado e doutorado) e em uma outra língua estrangeira, preferencialmente francês (doutorado);
  • se a pesquisa tiver como objeto a língua de sinais brasileira, ser usuário dessa língua ou ter condições de começar a aprendê-la;
  • se quiser pleitear uma bolsa de estudos, não ter vínculo empregatício, ou qualquer atividade profissional;
  • se não quiser pleitear uma bolsa de estudos, ter todas as manhãs e tardes livres, entre (9:00 e 18:00 horas) e ter disponibilidade para participar de congressos fora da cidade;
  • ter sido aprovado nas provas de seleção do Programa de Pós-Graduação em Linguística da USP. Uma das partes da prova é a avaliação e a arguição oral de um projeto de pesquisa.  Para uma sugestão de o que deve ser um projeto de pesquisa, clique aqui.

 

​Anexo
projeto de pesquisa(1).pdf